10 Considerações sobre Mentira Perfeita, de Carina Rissi, ou porque nem sempre mentir é feio

O Blog Listas Literária leu Mentira Perfeita, de Carina Rissi publicado pela editora Verus; neste post as 10 considerações da Gi sobre o livro:

1 - Mentira Perfeita é divertido e muito romântico ao nos falar de vários tipos de amores numa obra cuja discussão proposta é se é possível um romance iniciar com uma mentira?

2 - Para tanto, o enredo se desenvolve em torno de Júlia que precisa de um namorado com urgência e Marcus que precisa de uma pessoa para lhe ajudar com o projeto de morar sozinho contra a vontade de sua família que vê no fato dele ser cadeirante, um problema. São esses dois fatos que colocam em movimento a roda do amor;

3 - Com o encontro dos dois, acontecimentos inesperados, então começam a agitar a trama, que tem como premissa a necessidade dela em arrumar uma namorado a apresentar para sua quase falecida tia, que contudo, penetrará nas invenções de Júlia e conturbará ainda mais a relação com o falso namorado,;

4 - Com isso, a obra então se desenvolve de maneira fácil e envolvente em que nossa leitura vai evoluindo ao acompanhar a voz de Marcus e Júlia que dividem-se para narrar a "estranha" e inesperada relação que acaba florescendo entre os dois;

5 - Desta forma temos no livro dois personagens que nos cativam durante a leitura. Por um lado temos Júlia, uma menina concentrada e inteligente e sem vida social que adora seu trabalho que vive para cuidar de sua tia. Já Marcus mulherengo e inteligente  que por causa de uma acidente tornou-se cadeirante, que não se deixou abalar pelo problema;

6 - Além disso, o livro debate questões como doação de órgãos bem como apresenta os desafios para pessoas como Marcus, cadeirante numa cidade nem sempre preparada para ele, além de mostrar laços fortes e firmes como a convivência amorosa entre Júlia e sua tia;

7 -   Na verdade, como evoca o título do livro, o romance acaba sendo constituído por diferentes mentiras e diferentes amores, e neste caso as mentiras que na obra vão surgindo são as mentiras vistas sob uma ótica positivista, sempre carregada de boas intenções que além de agregar humor ao romance, evocam também que nem toda mentira e nefasta e prejudicial, e que em alguns casos ela pode ser uma saída sociável e prática;

8 - No caso do romance, são estas mentirinhas que dão novos olhares aos seus personagens, e mais do que isso, acabam traçando seus destinos e caminhos de tal forma que o que era improvável acaba ganhando força ao longo da narrativa, que diga-se também, é dinâmica e cheia de reviravoltas;

9 - Outro detalhe que deve ser mencionado é de que, mesmo que Mentira Perfeita reúna personagens de Procura-se Um Marido e de que a certo modo poderiam ser histórias muito parecidas, a condução desta mais recente acaba distanciando-se da primeira de tal forma que suas diferenças não nos levam à mesmice entre as duas tramas;

10 - Enfim, Mentira Perfeita é adorável. Com leveza e diversão é uma obra que nos faz rir e chorar numa única obra só.



10 Considerações sobre Mentira Perfeita, de Carina Rissi, ou porque nem sempre mentir é feio 10 Considerações sobre Mentira Perfeita, de Carina Rissi, ou porque nem sempre mentir é feio Reviewed by Douglas Eralldo on segunda-feira, maio 09, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário