10 Coisas estranhas que a literatura imaginou para nossos jovens

A capacidade imaginativa da nossa literatura parece infindável, ora cria algo novo, ora recicla ideias e as faz novas, sempre apresentando uma coisa diferente. Nesse sentido, hoje selecionamos 10 coisas estranhas que a literatura imaginou (ou reimaginou) para nossos jovens, confira:


1 - Corpos múltiplos: Um dos melhores exemplo de como discutir essência e identidade está na proposta de Todo Dia, de David Levithan, em que A desperta cada dia num corpo diferente. A exclusão do corpo e das aparências desse processo de formação de identidade servem para várias áreas de estudos e compreensão; 

2 - Amnésia parcial: Muito interessante também a ideia do recente Nunca Jamais em que os dois protagonistas estabelecem um thriller frenético ao sofrerem de uma amnésia parcial que os fãs esquecer de suas relações próximas e da própria relação, criando assim um mistério instigante;

3 - Invisibilidade: Eis aqui algo que não foi criado originalmente para nossos jovens, entretanto em Invisível de David Levithan e Andrea Cremer  o tema é debatido num ambiente juvenil e interligado com velhas maldições;

4 - Uma batalha sangrenta: Pensa no sadismo de um governo que anualmente sorteia uma turma do ensino médio para levá-la até uma ilha e colocá-los munidos de armas para que só reste um entre os colegas? É bem isso que ocorre em Battle Royale, e nos leva a desconfiar do cara da carteira ao lado;

5 - Isolados na ilha: De certa forma o jogo anterior não difere da experiência brutal de O Senhor das Moscas transformando jovens em propagadores da carnificina;

6 - Flashbacks: Para uns poderia ser um dom, para outros um fardo, acontece que o jovem protagonista de O Céu Noturno em Minha Mente é capaz observar o mundo através de flashbacks que o apresenta o passado no que chama de Pra Trás;

7 - Do Outro Lado: Uma obra interessante entre autores brasileiros é O Ladrão de Destinos, onde nossos jovens perdem-se noutra dimensão em que seus destinos estão em risco. Uma ideia interessante e bem trabalhada, tudo para salvar nossos gantévias;

8 - Sonhos Compartilhados: Embora não especificamente uma obra voltada para os jovens leitores, entretanto com algo estranho ocorrendo desde a infância, Rose compartilhava seus sonhos com um menino que acaba por descobrir no presente (futuro) existir de fato na vida real;

9 - Futuro fragmentados: Ai ai ai crianças más! Em fragmentados adolescentes "subversivos" não eram mortos pelos pais, mas que se arrependidos poderiam mandá-los para a fragmentação, ou seja, um mundo habitado por milhares de Frankeinsteins;

10 - Zumbis redimidos e apaixonados: Não se preocupe, pois caso o apocalipse zumbi chegue e você tornar-se um jovem-emo-zumbi, ainda haverá chance de tentar humanizar-se novamente.
10 Coisas estranhas que a literatura imaginou para nossos jovens 10 Coisas estranhas que a literatura imaginou para nossos jovens Reviewed by Douglas Eralldo on quarta-feira, abril 06, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário