10 Considerações sobre Mr. Mercedes, de Stephen King, ou nunca confie no sorveteiro

O Listas Literárias teve a oportunidade de ler as provas antecipadas de Mr. Mercedes, de Stephen King (Chega às livrarias dia 11/3) publicado pela Suma das Letras; Confira neste post as 10 considerações de Douglas Eralldo sobre o livro:

1 - De ritmo intenso e frenético, Mr. Mercedes é um thriller excepcional e com todos os ingredientes do gênero, e, claro, como todos os ingredientes que consagraram Stephen King, e ainda que o livro não seja visitado pelo sobrenatural e fantástico nem por isso o horror e o medo deixa de estar presente;

2 - Com um início acachapante, o livro abre com uma das grande virtudes de King: a construção de cenas impactantes narradas de uma forma única, impressionante e realista que nos coloca como espectadores-testemunhas do massacre do City Center, princípio da caçada perigosa liderada pelo detetive aposentado Hodges ao Assassino do Mercedes, numa trama em que ação e inserção psicológica se apresentam com grande intensidade;

3 - Assim, mesmo com suas peculiaridades o livro caminha muito bem pelo gênero do thriller de suspense, só que, obviamente, com o modo perturbado e cru de King ao observar a morte, com suas mutilações, sangue e violência já características de sua obra;

4 - Além disso, no livro se mantém o excepcional talento de King de pegar coisas mundanas do dia a dia e das paisagens e imbuir-lhes sombras e horror tal ponto de nos tornar desconfiados e reticentes com tudo e todos, do pipoqueiro da esquina ao carro estranho estacionado na rua. King em Mr. Mercedes mais uma vez nos demonstra que eles estão entre nós, e eles não são nada mais que as coisas más deste mundo, sejam reais, como no livro, ou sobrenaturais como em tantas outras obras do autor;

5 - Contudo é preciso observar que o livro de certa forma se constrói a partir de estereótipos, especialmente os presentes nos antagonista da obra que retratam figuras estereotipadas quase em excesso, entre outros personagens do livro, que como quase tudo nas obras americanas, parecem ter a necessidade de estarem rotuladas e postas em caixas específicas, o cara aposentado com pesamentos desconfortáveis, o trabalhador médio e ignorante, a mulher bonita e burra, o estranho e por aí vai;

6 - No entanto é preciso dizer que mesmo pincelado com alguns estereótipos, O Assassino do Mercedes possibilita uma discussão interessante ao gradualmente apresentar seu histórico. No princípio alguém desatento pode pensar que a peculiar e estranha criação do bandido possa ser responsabilizada pelos atos futuro do cara, um jovem homem traumatizado, especialmente por um evento específico, porém, nesse mesmo passado veremos que ainda muito criança o mal já estava lá dentro;

7 - Mais uma vez vale a pena falar da escolha narrativa de King com seu narrador em terceira pessoa que se constitui num deus da contação escolhendo os momentos precisos para adiantar ou omitir aquilo que ele já sabe de sua história; um tipo de narração que funciona muito bem no thriller;

8 - Assim, entre este e outros elementos, temos uma jornada completa, seja pelo movimento da ação física, seja pelo mergulho na constituição psicológica dos personagens, especialmente, nesse caso, do antagonista, uma mente privada de conceitos humanos essenciais e dotado de uma frieza e maldade inerentes a sua existências cujo único desejo é tão somente matar;

9 - Por tudo isso temos uma leitura eletrizante do princípio ao fim, numa obra de heróis improváveis e peculiares e um vilão que coloca a maldade muito próxima de todos nós, indicado que o perigo pode estar no carrinho de sorvete ou em qualquer outra pessoa que cruzamos diariamente e ás vezes nem notamos;

10 - Enfim, Mr. Mercedes é puramente Stephen King numa história que pode ser ainda mais assustadora que seus romances sobrenaturais, afinal, aqui temos uma trama realista e que pode acontecer a qualquer momento, e pior ainda, que não cansa de acontecer, pois há sempre alguém querendo matar e um monte de gente disponível para morrer.


*Ps.: Não exibimos o quadro com notas porque lemos provas antecipadas. quando da posse do novo livro, completaremos o quadro no post.
10 Considerações sobre Mr. Mercedes, de Stephen King, ou nunca confie no sorveteiro 10 Considerações sobre Mr. Mercedes, de Stephen King, ou nunca confie no sorveteiro Reviewed by Douglas Eralldo on domingo, março 06, 2016 Rating: 5

Um comentário

  1. Muito bacana ter acesso ao livro antes de todo mundo. Fico feliz com mais um livro do King. Vou repassar pro meu pai, certeza que ele vai gostar.

    ResponderExcluir