10 Considerações sobre A Garota Sem Passado, de Michael Kardos ou Porque Conhecimento é Liberdade

O Blog Listas Literárias leu A Garota Sem Passado, de Michael Kardos publicado pela editora Arqueiro; Neste post confira as 10 considerações de Douglas Eralldo sobre o Livro:

1 - A Garota Sem Passado é um romance interessante, reunindo elementos do thriller, mas de uma forma bastante autêntica e única, constituindo assim uma história cheia de energia e folêgo que nos impulsiona até suas páginas finais;

2 - É que a narrativa faz uso da escassez do tempo e a necessidade da solução imediata ao problema, enquanto percorre tempos e pontos de vistas diferentes ampliando (e às vezes restringindo) as opções do leitor, como se faz no romance. Tudo isso num enredo consistente, porém simples e verossímil, que nos convence e segura no texto;

3 - Deste modo, somos levados a conhecer toda a história de Melanie de uma forma gradual, enquanto a própria personagem desconhece seu passado. Para tanto, o autor realiza uma verdadeira dança nos pondo as cartas na mesa, ao mesmo tempo que complica nossas certezas em relação ao que de fato ocorreu com a garota da qual ninguém sabe o que ocorreu durante o assassinato da mãe e que vive isolada, temendo a aparição do pai, principal suspeito do crime;

4 - Com isso se coloca em prática um verdadeiro jogo de sombras entre autor e leitor, pois as pistas vão sendo postas de tal modo que só aumentam nossas incertezas, e ainda que o desfecho final possa ser cogitado pelos leitores, ele não deixa de surpreender;

5 - Além disso, a obra percorre temas interessantes a serem abordados, como o perigo (ou impactos) que uma ideia fixa podem representar ao sujeito que se agarra as suas próprias verdades indo ao limite em que a razão acaba sendo preterida à crença cega;

6 - Da mesma forma, também observamos a ruptura de laços e o distanciamento de determinados relacionamentos, como no caso do livro, em que a cisão passa a representar comportamentos distintos dos de outrora, e que no caso do romance, contribuem para o grande nó da narrativa ao passo que todos esses elementos conduzem até a morte de Allie;

7 - Portanto, temos nessa leitura um engendramento bastante convincente e personagens palpáveis cuja história certamente poderá encontrar ecos em tantas outras da vida real, e, então, a partir deste ponto de partida para a narrativa, a obra passa por uma série de ambientes que se enquadram muito bem para a trama;

8 - Assim, entre o presente e saltos ao passado vamos tendo, como leitores, uma observação privilegiada sobre os acontecimentos e então construirmos nossas convicções, que não raro vão altercando-se comas as reviravoltas e descobertas que são feitas;

9 - Então, com tais personagens habitantes de uma classe média trabalhadora e de pouca intelectualidade e propícios a solução pela violência e pelo conflito, temos uma obra em permanente tensionamento e constante movimento em direção ao clímax final, cujas últimas páginas irão servir para afirmar dúvidas e introduzir novos e dramáticos elementos à história de Melanie, que descobre que a busca pela verdade pode ser sofrida, contudo, necessária à liberdade;

10 - Enfim, A Garota Sem Passado é uma leitura cheia de virtudes e que certamente agradará fãs do gênero com sua narrativa elétrica e permeada pelo suspense e seus personagens muitas vezes inaptos para os desafios pessoais e assim contribuindo com a grande tragédia. É um livro que fará o leitor se movimentar por suas dúvidas.



10 Considerações sobre A Garota Sem Passado, de Michael Kardos ou Porque Conhecimento é Liberdade 10 Considerações sobre A Garota Sem Passado, de Michael Kardos ou Porque Conhecimento é Liberdade Reviewed by Douglas Eralldo on domingo, março 13, 2016 Rating: 5

2 comentários

  1. Gostei muito, gosto de protagonistas femininas. Mais um pra lista rs

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito, gosto de protagonistas femininas. Mais um pra lista rs

    ResponderExcluir