Header Ads

10 Considerações sobre Esperando por Doggo, de Mark B. Mills ou porque todos amam Jennifer Aniston

O Blog Listas Literárias leu Esperando por Doggo, de Mark B. Mills publicado pela editora Novo Conceito; neste post as 10 considerações de Douglas Eralldo sobre o livro, confira:

1 - Esperando por Doggo até consegue te proporcionar uma e outra situação de divertimento, no entanto, não consegue ir muito além disso;

2 - Na verdade o livro incorpora com bastante força aquele clima de comédias românticas do Supercine, aquelas mesmas, com a Jennifer Aniston e de quem tanto se fala no livro e que Doggo é muito fã. Contudo, a narrativa além de trazer pouca coisa nova nos parece uma tanto vazia numa trama que talvez falte um pouco de sal;

3 - Talvez o que acabe de certa forma deixando a trama um pouco insossa seja até mesmo a presença coadjuvante do próprio Doggo, cãozinho que somos levados a acreditar que seria o protagonista da trama, porém, Doggo acaba, embora com presença marcante, não sendo aquele centro de atenções que poderíamos imaginar;

4 - É que na verdade o livro circula pelos dramas pessoais do publicitário Dan, as voltas com um novo emprego, abandonado pela namorada, e com Doggo a tira colo. Assim, Doggo se constitui como mais um elemento conturbador da rotina de Dan, mas esta ultima relação, obviamente evoluirá com o avanço do livro;

5 - Contudo, os dramas e os recomeços do protagonista, e, claro, a nova parceria com Edie, além de reforçar o clima de comédia romântica, é o que acaba provocando determinadas situações cômicas e divertidas na obra. Isso, aliás, reforça ainda mais o perfil coadjuvante de Doggo visto que até mesmo as situações de humor são provocadas pelo casal que se estabelece, e não por Doggo;

6 - Além disso, o livro também debate o ambiente acirrado dentro de uma agência de propaganda com cada briga e rasteira dadas um nos outros que é de assustar, inclusive, ficando de se pensar no comportamento do próprio Dan que a despeito de uma possível ingenuidade, é cara é bem malandro e com um instinto de sobrevivência no trabalho bastante forte;

7 - Outro detalhe que não passa despercebido por um leitor mais atento é a tradução um tanto descuidada, em que pelo menos uma vez a tradutora se perde transformando a voz masculina em feminina (sua própria voz), ou então como na questão da tirinha, em que a piada presente perde um tanto a força pela falta de recursos na tradução;

8 - Portanto, esse é um livro que você estando a fim pode se aventurar pela leitura pois não haverá perdas, porém, se esperas por algo novo e diferente, não encontrará, pois a obra se mantem dentro de uma base rasa, ficando como legado tão somente o entretenimento;

9 - E provavelmente o resultado de uma avaliação menos positiva venha pelo conjunto de elementos, numa trama frágil e narrada praticamente limpa de recursos estilísticos, ao cão que gostaríamos de ver como elemento mais central da obra mas é apenas figura de fundo e de seu protagonista e narrador que embora com certas tiradas bem humoradas, não é alguém que acabe marcando;

10 - Enfim, eu esperava até um pouquinho mais de Esperando por Doggo, no entanto este se revelou mesmo aquém de outras outras similares, tanto no cinema como nos livros, e mesmo que Doggo tenha lá seu charme, alguma coisa acaba não nos convencendo nesta narrativa.

:: + na Saraiva ::




Nenhum comentário