Header Ads

10 Considerações sobre O Limiar, ou porque há mais coisas além do pântano

O Blog Listas Literárias teve a oportunidade de ler as provas de O Limiar, de David Baldacci que será lançado em breve pela editora Gutenberg. Neste post as 10 considerações sobre o livro:

1 - O Limiar, de David Baldacci é uma fantasia juvenil para o entretenimento que reúne os principais elementos do gênero, tais como, objetos mágicos, seres fantásticos, adolescentes em perigo, e bastante ação numa obra que ganha mais agilidade a partir de sua segunda metade;

2 - Na trama o leitor conhece o mundo de Artemísia, um lugar opressivo do qual nenhum de seus moradores (conhecidos como wugs) pode sair, visto que o local é cercado por um grande pântano e para além deste não há mais nada (ou deveria não haver mais nada). Como ambientação, este universo restrito é bastante visual e povoado pro criaturas interessantes que podem instigar a curiosidade dos leitores;

3 - É neste lugar tão pequeno se comparado a outros universos da fantasia que a protagonista, Vega Jane viverá sua história em meio a uma desconhecida cadeia de mistérios e fatos, onde alianças e articulações parecem confrontá-la levando perigo a ela e seus amigos;

4 - O livro, aliás, é narrado pela própria protagonista, o que em determinados momentos faz o leitor sucumbir diante das reticências da personagem. Além disso, nos primeiros capítulos esta narrativa é um tanto truncada dando a impressão de estarmos diante de alguém que precisa contar detalhes minunciosamente, o que acaba prejudicando o ritmo no começo da leitura;

5 - No entanto, ao avançarmos a leitura o texto ganha em agilidade e em movimento, ajudado também pela intensa ação que toma conta da narrativa, pois Vega Jane está sempre metida em algum tipo de confusão;















6 - Mas é importante colocar que talvez pela narrativa ser sob um ponto de vista específico e intensamente envolvido pelos acontecimentos, neste livro ficam muito mais perguntas do que respostas, tanto para o leitor, quanto para a própria Vega Jane, e a maior pergunta de todas é justamente saber quais as razões colocaram a protagonista naquela jornada?

7 - Embora sutis, será possível ao leitor perceber a apresentação de algumas alegorias ao longo do livro, todas elas a mercê da subjetiva compreensão de seus leitores;

8 - O livro portanto é um trabalho que não se enreda por complexidades e discussões profundas, e prima pela ação e pela atitude através de personagens questionadores, e especialmente no caso de Vega Jane bastante subversiva, o que a coloca numa busca perigosa pela verdade;

9 - Além disso, vale novamente destacar os efeitos visuais e mágicos da narrativa, que certamente poderão agradar leitores que gostam de monstros, objetos poderosos, além é claro de combates ferozes e mortais;

10 - Enfim, O Limiar é um livro para diversão numa leitura sem compromisso, e que certamente tem boas possibilidades de cair nas graças de leitores ávidos por magia e ação.

* O Blog não publica o quadro geral das notas no caso de leituras de provas por causa da impossibilidade de avaliar um ou mais dos quesitos que compõe a avaliação.

Nenhum comentário