Header Ads

10 Trens maravilhosos da literatura

A literatura está repleta de máquinas fantásticas, e os trens possuem um encanto bastante singular. Nesta lista, uma seleção com 10 maravilhosos trens da literatura.

1 - Expresso Hogwarts: O trem mágico certamente atraiu milhares de leitores para suas viagens, a cada partida da plataforma nove três quartos, sendo o principal ponto de chegada a um mundo cheio de magia e aventura no universo de Harry Potter.

2 - Expresso do Oriente: A linha unindo a europa ocidental e o sul asiático foi imortalizado num dos mais aclamados romances de Agatha Christie, servindo de palco a um crime intrincado que levou Hercule Poirot utilizar de toda sua perspicácia para resolver o caso, de final surpreendente.

3 - Quadrail: O Sistema ferroviário criado na ficção científica do autor Timothy Zahn é composto por no mínimo 4 carros envolvidos dentro de um tubo que lhes permite viajar pelas galáxias em uma velocidade superior a velocidade da luz.

4 - O Trem Funeral: Neste livro, é revisitada uma tradição americana dos trens funerais. Na obra, aproveitando a odisseia de 1,6 mil quilômetros do Trem Funeral do presidente Roosevelt estão presentes pessoas importantes, espiões soviéticos, numa viagem através de três dias negros da história americana.

5 - O Expresso Polar: O trem possui o encanto de levar ao Pólo Norte durante o natal, época em que Papai Noel está se prepara para entrega de seus presentes.

6 - Blaine: É um monotrilho que aparece na série A Torre Negra, de Stephen King, volumes III e IV. O trem construído pela sociedade dos Antigos um grupo desaparecido em alguma grande batalha cataclísmica.

7 - Os trens de Verne: Na época em que Fíleas Fogg atravessou o mundo em seus oitenta dias os trens eram com os navios a principal forma de se viajar com certa rapidez. E não raro, o inglês se viu em apuros e encrencas dentro dos trens que usou na viagem.

8 - Thomas: O trem que inspirou o personagem da animação na TV, é uma criação dos autores Rev. Wilbert Awdry e Christopher Awdry na série de livros infantis Railway. Thomas é o personagem principal, uma locomotiva tanque pintada de azul, e forro vermelho.

9 - O Trem Atrasado: Nesta interessante proposta de Sidónio Muralha, revela os estranho caso de um trem que apaixona-se perdidamente por uma vaca malhada.

10 - Sammy: Outro trem criado para o universo infantil, que para muitos, é mais elaborado que Thomas, é uma locomotiva 2-4-2T pintado de vermelho e rodas verdes que vive aventuras pelo mundo todo. 

2 comentários:

  1. Há também "A subway named Mobius", conto de A. J. Deutsch publicado na antologia "Where do we go from here?", organizada por Isaac Asimov. Um trem de metrô simplesmente desaparece, e a explicação para o fenômeno tem a ver com a teoria matemática da topologia, com singularidades, e com a faixa de Möbius...

    ResponderExcluir