10, dos Grandes Reis da Literatura

Mesmo numa época moderna onde a democracia parece ser a forma de governar mais próxima do ideal, ainda assim a monarquia, reis e rainhas instigam o mesmo mistério e mantém o mesmo glamour da idade média. E isto se reflete nitidamente na literatura, onde não faltam reis que marcaram o mundo dos livros. Nesta seleção, 10, dos principais reis da literatura:

1 - Rei Arthur: É certamente um dos mais influentes reis do mundo ficcional, visto que o mito entre buscas de registros históricos, se consolida muito mais através das mais diferentes visões sobre o nobre, numa grande profusão de obras envolvendo Arthur e sua távola redonda.

2 - Rei Lear: Inspirado no rei Leir da Grã-Bretanha, um dos mais conhecidos personagens de Shakespeare se entrega totalmente à loucura, numa das principais tragédias do dramaturgo.   

3 - Robert Baratheon: São as decisões do primeiro de seu nome, rei dos sete reinos, que deflagra o mortal jogo dos tronos iniciando uma das mais fantásticas sagas da literatura, que além de tudo revitalizou a figura dos reis nestes tempos modernos.

4 - Irmãos Pevensie: No encantamento e magia de Nárnia, a mensagem é de que crianças podem alçar o poder e se tornar reis em um mundo fantástico. Ao entrarem em Nárnia, os quatro irmãos acabam tornando-se os quatro reis de Nárnia durante sua época de ouro.

5 - Aragorn: O herdeiro de Isildur é um dos personagens centrais da trama na trilogia de O Senhor dos Anéis, que no início relutante ao seu passado, acaba em O Retorno do Rei assumir o papel de seu sangue, e liderando inclusive um exército de mortos para lutar contra os corsários de Umbar. Foi coroado por Gandalf como Rei dos Reinos de Arnor e Gondor.

6 - Rei de Copas: O rei funciona em Alice no País das Maravilhas como um antídoto oposto ás ordens cruéis da Rainha de Copas, e é o principal responsável por não haver no reino tantos decapitados como gostaria a rainha.

7 - O Rei Porco: Esse estranho personagem de um conto de Giovanni Francesco Straparola era na verdade um príncipe encantado na forma de um porco, que após livrar-se de duas esposas, casou-se com a terceira irmã que tratou-o com amor, quando então revelou o segredo, passando os dias com a pele de porco, e a noite como homem na cama de sua esposa. Safadinho esse rei hein? 

8 - Joffrrey Baratheon: Não estava a fim de repetir fontes nesta lista, mas não tenho com deixar de falar deste príncipe, que se torna rei ao passo que avança As Crônicas do Gelo e do Fogo, se notabilizando por ser um dos mais repugnantes personagens da literatura, e um claro aviso do que pode ocorrer com pessoas mimadas e extravagantes tendo o poder em suas mãos.

9 - Max Evans: Em alguns casos os reis podem ter vindo de outros mundos, como neste caso do personagem criado por Melinda Metz em uma série de livros que acabou sendo adaptada para a televisão americana. Max, no caso, havia sido Zan, rei do planeta Antar. 

10 - Arawn, o Senhor da Morte: O personagem de As Crônicas de Prydain é bastante poderoso, dotados de poderes mágicos, inclusive conseguido tirar de um caldeirão um poderoso exército de mortos-vivos. Tomou a Coroa de Ferro de Annuvin e tornou-se rei com a queda de Achren. 

10, dos Grandes Reis da Literatura 10, dos Grandes Reis da Literatura Reviewed by Douglas Eralldo on quarta-feira, fevereiro 13, 2013 Rating: 5

7 comentários

  1. Os Baratheon's muito bem postos aqui *O*
    E o Rei de Copas que adoro essa história ...
    Rei Arthur é d fato o mais lembrado e conhecido com seu merecidíssimo 1º lugar, boa lista !

    ResponderExcluir
  2. Robert Baratheon lá em cima?
    Tá de brincadeira né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, não merecia ele nem chega a ser um personagem emblemático na trama.

      Excluir
  3. UEhuEHUEHEUeh Aragorn abaixo do Robert.... que lista forçada e empolgadinha.... Nem sei pq Robert ta nessa lista... EUheUhEUHUE

    ResponderExcluir
  4. Robert maior so se for pela gordura .

    ResponderExcluir
  5. Faltou “SÓ” o Rei CONAN, que dispensa quaisquer apresentações...

    ResponderExcluir
  6. As menções aos reis Arthur e Aragorn são muito bem justificadas. Os dois foram épicos (decisivos) em suas respectivas histórias.

    ResponderExcluir