10 Dicas para escritores não verem o "sonho" de publicar um livro virar pesadelo...

Embora os índices de leitura apresentem queda, por outro lado se vê no mercado editorial mais e mais candidatos a um lugar ao sol, e publicar seu livro. Com este aumento de candidatos a profissão de escritor, também aumenta os problemas, e aquilo que o escritor planejou, pode tornar-se um pesadelo. Juntando um pouco do que tenho acompanhado, resolvi elaborar esta lista.

1 - Não sonhe: Sei que talvez muitos não vão gostar da afirmação, mas se você deseja publicar seu livro para realizar um sonho, então pode começar a desistir. A carreira de escritor é como outra qualquer, e para você chegar ao lugar de reconhecimento saiba que passará por dificuldades, e enfrentará sempre ótimos concorrentes. E num mercado disputado como este não há espaço para "sonhadores" mas sim profissionais focados, com metas e objetivos. Aqueles que sonham, muitas vezes podem cegar-se pela pressa e ver a obra publicada, e aí acabar caindo em armadilhas que podem trazer muitos transtornos. 

2 - Defina como vai ser publicado: Sim, hoje com o avanço da tecnologia é possível que aquele que decide seguir a carreira de escritor defina a forma que vai ser publicado. Mas certamente ele será publicado. Obviamente a tarefa de convencer grandes editoras que seu livro vale o investimento é mais difícil, mas não impossível, e exigirá apenas um pouco mais de paciência. por outro lado, caso o autor queira disponibilizar seu trabalho para já sentir a recepção do público leitor hoje é bem viável publicar por demanda, independente, ou até mesmo apenas em plataformas digitais. As próximas dicas têm mais relação com os últimos casos.

3 - Não tenha pressa: Com o avanço da impressão digital, o mercado se encheu de editoras e pseudo-editoras que viabilizam a publicação de livros sobre demanda, sem a necessidade de grandes investimentos ou com custos muito alto para o autor, possibilitando um livro com preço atrativo. O que não pode fazer o autor é ter pressa em fechar seu contrato, pois esta é uma escolha que lhe acompanhará por determinado período, e se a pressa lhe servir de companheira, é possível que encontre problemas. Faça como se fosse consumir qualquer outro produto: Pesquise.

4 - Pesquise: Sim, como disse, há editoras e "editoras". Antes de assinar qualquer contrato, verifique o catálogo de publicações, se informe com outros autores, com leitores.. Enfim faça um levantamento completo da editora, para não correr riscos futuro.

5 - Saiba que há boas e más editoras: Em qualquer mercado, onde há alguém disposto a consumir determinado produto, há os maus profissionais (de má índole mesmo) que estão como lobos sempre na espreita daqueles "sonhadores" que vislumbram o resultado, sem cuidar os detalhes. Há muito autor caindo em problemas contratuais, pagando caro, ou simplesmente não conseguindo projetar como gostaria sua carreira;

6 - Defina uma editora: Se você ainda não conseguiu um contrato, mas seguiu alguns passos da lista e encontrou uma editora disposta a apostar em seu trabalho, busque criar um vínculo. Mesmo editoras de menor porte, certamente gostariam de encontrar um fenômeno de vendas, por isso se publicou o livro, e a editora cumpriu o prometido, uma certa dose de fidelidade pode ajudar, até por que o que um escritor deve possui é o dom da paciência:  

7 - Não pague apenas para produzir: Se tem algo que me assusta são editoras-gráficas que cobram valores astronômicos apenas para produzir (capa, diagramação, revisões, cadastros, etc...) o livro do autor para apenas colocá-lo no mercado, e tentar vendê-lo em sites. E tem muito autor que paga até três mil reais apenas por isso. No mercado hoje é possível encontrar editoras sob demanda de várias formas, das que o autor nada paga, e naquelas que o autor encomenda os exemplares que deseja, na minha opinião muito mais viável para que quer apresentar seu trabalho ao público;

8 - Cuidado com investimentos altos: Sei que ninguém melhor para conhecer seu potencial que o próprio autor. E é ele também o mais suspeito, e portanto sua própria autoavaliação não deve guiá-lo na hora de definir o tamanho de seu investimento, seja na publicação por demanda, ou independente. Mesmo aqueles que imaginam que apenas a distribuição é suficiente para ter boas vendas, saibam que não é fácil comercializar livros no Brasil, e as vezes o negócio pode ser lucrativo apenas para a editora;

9 - Estude o mercado: Só podemos compreender um mau negócio quando conhecemos o mercado em que ele está inserido. Portanto para você saber se a editora que encontrou cumpre com as exigências, busque saber as regras e as normas do mercado editorial, e sobre a edição de livros; 

10 - Não tenha medo: Espero que com essa lista tenha colaborado para ampliar a discussão e o debate com os que desejam ser escritores. Se o seu livro, na gaveta, ou no seu pendrive precisa ganhar vida, não tenha medo, prepare-se e vá em frente com seu objetivo;



10 Dicas para escritores não verem o "sonho" de publicar um livro virar pesadelo... 10 Dicas para escritores não verem o "sonho" de publicar  um livro virar pesadelo... Reviewed by Douglas Eralldo on quinta-feira, maio 17, 2012 Rating: 5

8 comentários

  1. Bem bacana suas dicas, mostrando de forma mais realista o funcionamento da publicação de livros no Brasil. Sem contar também as dificuldades para escritores iniciantes. Por isso que eu já de olho nas editoras sérias e as picaretas kkkk, mesmo que o meu projeto de livro nem tenha nascido de fato...

    Abraços!

    www.silentmwyorld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Faltou a 11 - Sirva para inflar egos...

    Acho que o mercado é complicado por que o livro é sempre mencionado ao invés do texto. O livro é somente uma forma de expor o texto. Além disso escritores estão relutantes em mergulhar em novos meios. Pelos menos quando comparados a artistas visuais, muito mais integrados a WEB.

    ResponderExcluir
  3. Verdade. O texto deveria sempre se sobrepor, mas as vezes não é o que se observa.

    ResponderExcluir
  4. Dicas muito úteis e verdadeiras. Adorei a lista!

    Abraços

    Lu Tazinazzo
    http://aceitaumleite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Já recebi proposta de editoras em que eu arcava com tudo, divulgavam apenas no site e ainda queriam 5 anos de exclusividade.

    ResponderExcluir
  6. Vocês poderiam indicar ou uma lista de 10 editoras por demanda?

    ResponderExcluir
  7. Muito útil esse post!

    No seu blog há parcerias com algumas editoras, você poderia nos indicar as melhores?

    Abçs

    http://www.escritoradeartes.com/

    ResponderExcluir
  8. Essas dicas serão de grande utilidade para os que se iniciam no mundo dos livros. Na maioria dos casos, os jovens escritores não têm quem os orientem, levando-os a constrangimentos e humilhações.

    ResponderExcluir