10 Livros de Fabrício Carpinejar para ter na estante...

1 - Canalha: Retrato Poético e Divertido do Homem Contemporâneo: Um ato corajoso e irreverente contra os rótulos masculinos. Uma leitura divertida do homem contemporâneo, perplexo e desorientado com as transformações de comportamento e a dissolução dos papéis fixos familiares. O autor mostra que o canalha mantém o charme sexual, mas não é mais o mesmo apregoado pelo Nelson Rodrigues e tantos escritores da metade do século XX.

2 - O Amor Esquece de Começar: A paixão, que nos envolve, que nos abandona muitas vezes ressecadas, que nos ressuscita, que leva quem ama e mesmo quem não ama na direção do inesquecível, do definitivo, da salvação que nos mergulha no perder-se para se encontrar. Sem posses, mas possuídos. Desarmados, mas enfim saboreando o alimento supremo: nossa alma gêmea, que nos olha num silêncio a narrar por gestos suaves o que o discurso mais inflamado nem cogita... + No Submarino

3 - Mulher Perdigueira - Crônicas: Na obra, o autor cria sentido para o que não se vê. Aquilo que não tem cor, mas colore; que não tem peso, mas bate; que não tem forma, mas gosto. Aquilo que é o que faz as pessoas diferentes, que rasga histórias, que aproxima beijos, que enlaça almas, que constrói e destrói inversamente. Fala daquilo que importa.... + No Submarino

4 - Borralheiro, Minha Viagem pela Casa: Uma revolução silenciosa tomou conta dos hábitos. Começou, de modo discreto, com uma maior participação na paternidade, seguiu para a cozinha, a lavanderia, e já se pode dizer que não há como contê-la. O homem é o novo dono do lar, o novo romântico, o novo casamenteiro. Não tem vergonha de chorar, lembra a data do primeiro beijo e conhece de cor e salteado onde ficam as toalhas e quais estão secas >>Comprar<<

5 - Votupira: O Vento Doido da Esquina: O menino Fabrício, de 7 anos, passa férias com o avô enquanto seus pais tentam se reconciliar após várias brigas. Durante a visita do neto, o avô conta a história de Votupira, criatura temível: rápida como a onça, enganadora como cobra, pior que fantasma. Feito moleque, Votupira brinca de esconde-esconde, assusta crianças, mas também cria o eco, faz bolhas de sabão, acaricia o rosto dos ciclistas e, como o amor, está por toda parte.>>Comprar<<

6 - As Solas do Sol: Se oferece como universo poético - metafórico altamente elaborado, que, recusando in limine todo e qualquer traço de lirismo ou subjetivismo, bloqueou na nascente a possível paixão ou arrebatamento para deixar existir somente o poema.>>Comprar<<

7 - O Menino Grisalho: Todas as pessoas têm um sonho. Você certamente tem o seu. O de Paulo era ser grande, crescer logo, virar um homem. De um dia para o outro seus cabelos embranqueceram, assim como num passe de mágica. Ser adulto, sim, mas não se tornar velho de repente!... + No Submarino

8 - Terceira Sede: Quem já não se projetou velho? Onde estaria? Como pensaria? Autor de sucessos como Canalha!, o poeta Fabrício Carpinejar leva a curiosidade ao pé da letra. Com medo de morrer antes, antecipa sua rotina aos 72 anos, em 2045.... + No Submarino

9 - Caixa de Sapatos: Os espaços da imaginação, da memória e da realização poética se encontram. Para o autor, prosseguir na fábula é estratégia para fazer a realidade emergir com mais força.>>Comprar<<

10 - Meu Filho, Minha Filha: Nem todos os pais podem dormir com seus filhos na mesma casa em que vivem. Como eu, alguns são pais separados, que dispõem apenas de um sábado e domingo para confirmar a paternidade e reencontrar o significado de família. Pai separado sempre está sobre a ameaça de despejo. De ser trocado. Ou de ser esquecido... + No Submarino


10 Livros de Fabrício Carpinejar para ter na estante... 10 Livros de Fabrício Carpinejar para ter na estante... Reviewed by Douglas Eralldo on quarta-feira, abril 25, 2012 Rating: 5

Nenhum comentário