10, dos Grandes e inesquecíveis cães da literatura...

1 - Lassie: Talvez muita gente não saiba, e imagine que uma das cachorras mais famosas da ficção tenha nascido nos cinemas. Mas na verdade Lassie, chamada de "a cadela mais famosa do mundo" nasceu na na literatura numa criação do escritor Eric Knight, cujo livro no Brasil recebeu o título de "A força do coração";    

2 - Marley: Há muitos cães esplêndidos na literatura, mas certamente o pior cão do mundo é dentre eles um dos mais famosos, até mesmo por que foi no de Marley que John Grogan contou a história de sua família, e também de Marley, sucesso nas prateleiras, e nas telonas;

3 - Cerberus (Cérbero): Muito presente na literatura grega e romana é conhecido como guardião dos portões do inferno e por suas três cabeças. Aparece entre outras, em obras como Eneida de Virgílio e na Ilíada de Homero; 

4 - Argos: O cão fiel em A Odisseia de Homero. Era conhecido por sua força e por sua velocidade. Mantinha uma relação de simplicidade com Ulisses;

5 - Fofo: É o cão de 3 cabeças que aparece no primeiro livro da série Harry Potter, e pertence a Hagrid, e gentilmente cedido a Dumbledore para proteger a pedra filosofal;

6 - Toto: É o cão de Dorothy em O Mágico de Oz. Originalmente na série o cão é apresentado como um terrier, em em O Mágico de Oz  é apresentado de forma sucinta "um cachorrinho preto com cabelos longos e sedosos e pequenos olhos negros que brilhavam alegremente em ambos os lados do nariz..." 

7 - Baleia: É a cadela raquítica que aparece em Vidas Secas de Graciliano Ramos, em que fantasia um mundo cheio de preás gordas...

8 - Garm: É um cão falante criado por J. R. R. Tolkien em uma de suas histórias curtas chamada "Farmers Giles of Ham". 

9 - Buck: Jack London era uma cara que gostava de cães e lobos. Em O chamado da floresta, Buck foi o cão raptado por um empregado de seu dono e levado para as neves, na época da famosa corrida do ouro nos Estados Unidos;

10 - Sirius: No romance de Olaf Stapledon o cão é uma experiência científica do cientista Thomas Trelone, que acaba criando um cão inteligente como os humanos;  

10, dos Grandes e inesquecíveis cães da literatura... 10, dos Grandes e inesquecíveis cães da literatura... Reviewed by Douglas Eralldo on terça-feira, fevereiro 07, 2012 Rating: 5

6 comentários

  1. O cão mais clássico da literatura é Kachtanka, a cadelinha de Tchecov.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Listas nunca serão unânimes. Valeu a sugestão!

      Excluir
  2. O livro de Jack London que fala de Buck é "Chamado Selvagem", não "O Chamado da Floresta". Esse livro é muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha edição, da L&PM Pocket, o livro se chama o "Chamado da Floresta". Apesar que "The Call of the Wild" pode levar mesmo à várias traduções..."Chamado Selvagem" passa uma impressão errada, já que adjetiva o chamado,passando a impressão de que ele é que é selvagem, coisa que não acontece no título original. O chamado vem DO "selvagem",no sentido de tudo aquilo que é selvagem, indomável, ou algo assim. Mas traduzir o título como "O Chamado do Selvagem" também não daria muito certo, já que nesse caso o substantivo selvagem parece se referir a um ser vivo, provavelmente um ser humano - o que também não é o caso. Como nós não temos uma palavra em português que traduz bem essa versão da palavra "Wild", acho que o tradutor optou por "da Floresta" por achar que a floresta é um lugar associado ao espírito selvagem...Eu acho que foi uma boa saída, ^^(<- pessoa que adora analisar traduções, xD).

      Excluir
    2. Não poderia haver melhor explicação!

      Excluir
  3. Lista massa mas vc deveria colocar o Huan, de O Silmarillion! Além de ajudar Beren e Luthien a capturarem a silmaril da coroa de Morgoth, ele deu um pau no Sauron !

    ResponderExcluir