10 Melhores livros que li em 2011

1 - Sr. Ardiloso Cortês, de Derek Landy: De cara a série transformou-se numa de minhas preferências. O sarcasmo do texto, cujo protagonista é um detetive esqueleto nos conduz numa leitura voraz, enquanto acompanhamos suas aventuras ao lado de Valquíria Caos. [Considerações] [Comprar]

2 - A Estrela do Diabo, de Jo Nesbo: Outra excelente leitura, num thriller policial onde a narrativa do autor nos insere na estória, e podemos sentir toda a tensão existente durante a busca de Harry Hole por um serial killer. [Considerações][Comprar]

3 - Círculo Negro, de Catherine Fisher: O livro possui alto teor de fantasia, com a figura mítica dos Druidas, e ao mesmo tempo revela problemas humanos como o sentimento entre irmãos, e nos provoca uma leitura reflexiva e emocionante; [Considerações]

4 - As melhores Histórias de Sherlock Holmes, de Sir Arthur Conan Doyle: A reunião das grandes histórias do detetive, que entre alguns foi o responsável por me fazer ler. Entre os contos do livro, o em que o famoso detetive bate as botas. Muito Bom. [Considerações]

5 - Livraria Limítrofe, de Alfer Medeiros: Para mim uma das grandes surpresas do ano, com uma estória bem elaborada, um ótimo texto, e principalmente um lugar mágico em que todo amante dos livros gostaria de visitar. [Considerações

6 - Sr. Ardiloso Cortês - Os Sem Rosto, de Derek Landy: É o terceiro livro da série, e aqui a porrada come frouxo, e Ardiloso mantém o sarcasmo do primeiro livro, numa aventura ainda mais perigosas; [Considerações]

7 - O último Homem em Berlim, de Gaylord Dold: Um romance policial e histórico, ambientado numa Alemanha em que despontava o nazismo em meio a uma imensa crise e pobreza. Uma ótima leitura, seja pelo enredo policial, seja pelo resgate do turbulento período; [Considerações]

8 - Saga brasileira: A longa luta de um povo por sua moeda, de Miriam Leitão: Este é o típico livro para os que buscam mais sabedoria, e no caso específico também queiram lembrar o quanto custou a estabilidade econômica de hoje, e quanto a inflação pode atrasar um país. [Considerações]

9 - Assassin's Creed - Renascença, de Oliver Bowden: Adaptação de um sucesso nos games, e agora também nos livros, num ótimo livro de romance histórico, em que celebradas figuras interagem com os personagens fictícios; [Considerações]

10 -Diário de um cavaleiro Templário, de Orlando Paes Filho: Um leitura dura e no coração da Ordem dos Cavaleiros Templários, e um excelente conteúdo para os fãs da época das cruzadas; [Considerações]

10 Melhores livros que li em 2011 10 Melhores livros que li em 2011 Reviewed by Douglas Eralldo on domingo, dezembro 25, 2011 Rating: 5

Um comentário

  1. Esqueceram do livro A menina que roubava livros de Markus Zuzak

    ResponderExcluir