10 Coisas que talvez todo aspirante a escritor deveria saber

Há uma boa parte dos visitantes que chegam ao Listas Literárias buscando informações sobre concursos literários, ou sobre novos escritores, ou como se tornar escritor. É fato que este blogueiro – Em breve estarei lançando 2 livros - além de ser uma destes aspirantes, também tem pesquisado muito sobre o assunto , e resolvi partilhar algumas conclusões, que podem ou não ajudar que almeja uma carreira como escritor.

1 – Você não é melhor que Stephenie Meyer, ou qualquer outro autor famoso contestado. E por mais doido que isto pareça muitos aspirantes se baseiam em autores cuja crítica ás vezes incomoda como única justificativa para se lançarem na carreira. A filosofia “se até ela conseguiu, eu também consigo” não é a melhor forma de pensar de quem ainda é um aspirante. Todo mundo que alcança o sucesso, é porque teve alguma qualidade. O que não quer dizer também que você nunca chegará lá. Mas no princípio jamais seremos melhor daqueles que estão nas bancas;

2 – Não basta escrever. Mesmo que você tenha ótimos textos, uma narrativa original, e até mesmo um bom número de leitores, isto não é suficiente. O aspirante a escritor tem de compreender o mercado editorial, saber cada passo que torna um texto um livro, pois só assim compreenderá que quem realmente quer ingressar nessa carreira, deve ter paciência, e não se martirizar em busca de resultados imediatos, pois para ser um escritor, o tempo é o melhor amigo;

3 – Leia. Este provavelmente é um conselho unânime dado por escritores que já chegaram lá. Talvez martelem isto por que existem aspirantes que acreditam poder escrever sem ler. Mas isto é impossível, portanto se queres te tornar um escritor, seja antes um grande leitor;

4 – Conheça as receitas, mas prefira a sua. Na internet aspirantes a escritor podem encontrar uma infinidade de dicas para quem quer ser um escritor – inclusive esta -. Leia cada uma delas , e busque extrair a essência de cada uma delas, mas saiba que para cada autor, as coisas acontecem de determinada fórmula, e com você não será diferente. É muito mais provável você chegar ao sucesso com sua própria receita, do que seguir os passos que já foram trilhados;

5 – Escreva muito. Não basta escrever um romance. Todo escritor necessitará do hábito. A ciência inclusive cogita que o sucesso pode estar ligado á quantidade de exercícios e horas dedicada a sua atividade. Portanto o escritor que elabora textos com certa freqüência, terá provavelmente como resultado o aperfeiçoamento de sua escrita. Então jamais deixe de escrever. Faça um blog, envie um artigo pra jornal... Escreva sempre.

6 – A gaveta é sua inimiga. Convenhamos, a timidez ou o medo não são os melhores amigos dos escritores. Você pode ter escrito um grande romance, mas se ninguém lê-lo, ele jamais será reconhecido. E por mais que a gaveta se insinue como uma grande confidente não é o melhor lugar para guardar seus textos.

7 – Não tenha medo. Aspirantes a escritores não podem ter medo. Sei que ás vezes novos escritores podem ser atingidos por diferentes temores, mas só galgam a vitória e o sucesso os destemidos, e isto amigos, ocorre desde que o mundo é mundo. Não tenha medo de mostrar seu original, não tenha medo de investir em seu trabalho, não tenha medo do que os outros vão achar... Trace suas metas, encontre a sua receita, e vá em frente.

8 – Não tenha medo do não! Eles virão de todas as formas. Principalmente de grandes casas editoriais. E entenda que eles não têm culpa, nós é que estamos prolíferos, e hoje há muita gente desejando ser o próximo Best-seller. E “não” será uma palavra habitual a ouvirmos, e é necessário lidarmos com esta palavra, afinal o mesmo ocorre com atores, modelos, cantores... Em qualquer profissão você poderá ser dispensado. No mundo dos livros não será diferente. E só chegarão ao cume os que não esmorecerem com os nãos que surgirão!

9 – Só roubarão sua idéia se você deixar. Sim esta é uma grande preocupação de novos autores. Muitos temem que sua idéia seja roubada. Confesso que acho muito difícil, mas cuidado e canja de galinha não faz mal a ninguém. Para isso tem a Biblioteca Nacional, ou ainda sites em que te permitem publicar sua obra completa como o Bookess. Eu inclusive prefiro este último, já que além de certa forma tornar público que aquela obra é de minha autoria, também posso obter a reação inicial dos leitores;

10 – Aproveite cada “Sim!”. Se houver persistência eles chegarão. Aí você terá a tarefa de triar se o este “Sim!’ está de acordo com sua própria receita de sucesso. E se estiver, siga em frente, pois amigos será o seu empenho, a sua dedicação, a sua vontade de conseguir que dirá se terá ou não sucesso.
10 Coisas que talvez todo aspirante a escritor deveria saber 10 Coisas que talvez todo aspirante a escritor deveria saber Reviewed by Douglas Eralldo on segunda-feira, fevereiro 21, 2011 Rating: 5

14 comentários

  1. Ótimas dicas, especialmente da de como lidar com o 'não'. Essa palavrinha maldita é uma constante na vida dum escritor, mas mesmo assim, não se deve desistir nunca. Escute 'Carry on' e siga em frente!

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a matéria.

    Eu sou mais um dentre tantos aspirantes...

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Papo furado! O mercado literário está encalacrado! Só entra os amigos do rei! Pra que se submeter a um mercado que não vai te deixar publicar?
    O lance é ir pro E-Book, trabalhar com suas redes sociais e mandar o mercado lamber sabão!
    Eu fiz isso e meu livro bateu 70% das vendas direta ao leitor, quando na porcaria da Saraiva só vendeu 5 exemplares!
    Iiiih, cê tá por fora!

    ResponderExcluir
  4. Caro JRP, primeiramente me parece um tanto ácido e amargurado seu comentário, com o qual discordo amplamente. Compreendo sua angustia, é creio inclusive se fosse o caso de haver humildade em sua pessoa, alguns destes itens se encaixariam bem.

    O mercado hoje ao contrário do que pensa não está assim tão fechado, não, é é possível sim portas se abrirem a iniciantes, pois a diversas formas de um aspirante realmente se tornar um escritor;

    Além disso, seu comentário nada mais comprova que o que está escrito está certo, principalmente quanto a que cada tem a sua receita, e por favor, não negue que seu grande sonho é ter contrato com uma grande editora, e vender muito na Saraiva;

    Agora dizer por mercado lamber sabão me confundiu muito, pois quando se fala em mercado entra toda a cadeia do livro, inclusive consumidores;

    E para finalizar, é simplificar demasiadamente crer que os que conseguiram abrir suas portas é por que são "AMIGOS DO REI", pois acredite, até para isto se exige talento, pois a pratica das relações é comum em qualquer profissão;

    No mais obrigado pelo comentário, e parabéns peo seu e-book;

    ResponderExcluir
  5. #TrollMaster detected... Parece que se cansou de importunar apenas os fãs de anime...

    ResponderExcluir
  6. Achei as dicas interessantes no objetivo de animar novos escritores a batalharem por suas obras, mas valeria a pena dar uma revisada no português, porque tem algumas frases meio sem sentido e/ou sem pontuação (e convenhamos que isso tira um pouco da credibilidade junto ao público-alvo do blog).

    No mais, parabéns pela iniciativa deste artigo.

    ResponderExcluir
  7. Gley, obrigado pela contribuição. tentei resolver algum dos problemas, caso persistam outros, vcs podem ir me informando.

    ResponderExcluir
  8. RSRSRSRS... Não pude deixar de rir quando li o primeiro item; e constatar que na maioria dos sites sempre tem dizendo: vc jamais será um (a)J.K, ROWLING OU A Stephenie Meyer concordo que isso seria impossível de cara... Mas gostaria de dar uma dica, também estou escrevendo um livro, não é se baseando em escritores ou em suas obras que vc almejara o tão sonhado sucesso, acho, a formular é ter uma historia única, escreva com o coração e com verdade, tenha pelo amor de DEUS! Bom senso, e tudo correrá como se deve, quer o resultado chegue à fama ou não, além de vc ser sincera (o) com vc mesma seja com o seu livro e seu público; só assim valerá a pena. AS outras dicas são preciosas as guardarei. Amei a quatro e sete.
    E tratar a própria obra com o único intuito de lucro é repulsivo. “sede de viver- a vida trágica de VAN GOGH” é um livro fascinante, (fica a dica!) não me lembro do autor no momento, mas o que quero falar é que como VAN GOGH disse: “Pensei que ser um artista é sempre buscar, nunca se saciar, encontrar na obra o que se espera e se perguntar o que falta...”
    E como diz uma passagem no livro os fracos devem mesmo cair, ninguém é obrigado a ver tanta mediocridade, as dificuldades fortalecem os verdadeiros artistas, o sofrimento é o melhor caminho para se chegar à verdadeira perfeição para nós meros mortais.

    ResponderExcluir
  9. Douglas,

    Antes de mais nada parabéns pelo blog, tanto pela ideia mas tb como aprofundamento dos texto.
    Bem, não conhecia o blog, e devo ter lidos cerca de 10 nos últimos 20,30 min, poderia tb ter escrito esse texto em qlqr outra lista ou parte do blog, apenas parei aqui e resolvi escrevê-lo, são alguns apontamentos, assim como vc não gosta de texto no miolo do livro, algo q acaba desgastando o leitos tem coisas na a presentação do blog q me fazem o mesmo. Encontrei algumas coisas q me incomodam pela maneira que é apresentada, sou designer e faço isso como meio de vida, coisas q eu evito como textura muito fina no fundo ou lateral atrapalha a leitura de alguns, variando o monitor e a frequência utilizada pelo mesmo essas texturas ganham vida não só atrapalhando mas tb cansando a leitura.
    Tente encontrar uma fonte e um mecanismo de utilizá-las que lhe seja confortável e se mantenha nessa linha, muitas vezes, mesmo inconsciente o leitor acaba por se perder dentro da hierarquia da informação, não só título, mas citação, biografia e etc...
    Cuidado com o excesso de informação por pagina, matérias relacionadas, links, banners, widgets, facebook e tudo mais, atrapalha a leitura, a organização tirando o foco do principal do blog, o texto.
    Teria outros pontos a apresentar se fosse analisar mais profundamente, não tenho a pretensão de lhe criticar ou qlqr lhe falar oq é certo ou errado, apenas estou apontando oq eu acho, oq me incomoda. Isso pq gostei do li aqui, tenho intenção de voltar aqui mais vezes, q possa continuar melhorando sempre...
    Força ai!
    Qlqr coisa estou a disposição.
    Abc
    Dann

    ResponderExcluir
  10. Dann,

    Valeu as dicas, e com certeza serão observadas e levadas em conta quando reestruturar o layout do blog...;

    ResponderExcluir
  11. Caro Douglas,amei suas dicas e realmente acho que é impossível tornar-se como j.k. ou Stephenie Meyer, mas não impede de sermos maiores(ou menores)do que elas. Já tenho 14 livros e tenho apenas 14 anos, serei um futuro editor e não me canso de ler. Obrigado pelas dicas.

    ResponderExcluir
  12. Seja você, em todas as vertentes e nada mais será insofismável!
    Nelson Teixeira

    ResponderExcluir
  13. Estou escrevendo um livro e pretendo publicado com certeza , sempre pego dicas com uma colega do facebook que já publicou um livro ela ta escrevendo um monte já o duro é que ela escreve uns 7 de uma vez e fica meio enrolada acho né porque tudo isso kkkk

    ResponderExcluir
  14. Boas dicas. Estou batalhando em um projeto literário já alguns anos, mas é algo direcionado a mim mesma, pois me divirto colocando em palavras as coisas que minha mente produz de uma maneira intensa e constante...
    Mesmo assim, vai que cola de publicar meu hobbie, com certeza levarei seus conselhos em conta!
    parabéns, Kaline

    ResponderExcluir