Header Ads

10 novelas da televisão brasileira baseadas em livros

1 - A Escrava Isaura, de Bernardo Guimarães: Adaptada por Gilberto Braga, a novela é talvez um dos maiores sucessos da Rede Globo. Já foi reapresentada 5 vezes desde que foi ao ar pela primeira vez em 1976. é a novela brasileira que mais viajou pelo mundo sendo exibida para mais de 100 países, um fênomeno para até russo ver;

2 - Honra ou Vendetta, de Silvio Lancellotti: Uma das atrações da Rede Record em 2009, a novela Poder Paralelo, foi inspirada no livro de Lancellotti, e adaptada por Lauro César Muniz para a televisão;

3 - Senhora, de José de Alencar: A novela adaptada por Gilberto Braga foi ao ar pela primeiras vez em 1975, e foi a primeira telenovela das seis da tarde a ser exibida em cores;

4 - Ciranda de pedra, de Lygia Fagundes Telles: O livro foi publicado em 1954, e ganhos sua versão novelística em em 1981, indo ao ar com 155 capítulos. Em 2008 a novela ganhou um remake, tendo Ana Paula Arósio no elenco. Em ambas exibições a novela foi exibida à 18:00;

5 - Os miseráveis, de Victor Hugo: A Tv Bandeirantes exibiu de Maio a Agosto de 1967, a Novela Os miseráveis às 19:00 e foi adaptada por Walter Negrão. No elenco tinha nomes como Raul Cortez e Laura Cardoso;

6 - Sinhá-Moça, de Maria Dezonne Pacheco Fernandes: Pelo jeito o horário das 18:00 é preferido para adaptações literárias. A novela foi adaptada pela primeira vez por Benedito Ruy Barbosa em 1986 com Lucélia Santos na carne de Sinhá-moça e Patrícia Pillar como Ana do Véu. Em 2006 Sinhá ganhou um remake também ás 18:00;

7 - Meu Pé de Laranja Lima, de José Mauro de Vasconcellos: Já foi ao ar em três oportunidades, sendo exibida pela primeira vez em 1970 na extinta Tv Tupi. As outras duas vezes foi ao ara na Tv Bandeirantes;

8 - Éramos Seis, de Maria José Dupré: A Record fez sua primeira adaptação em 1958. Em 1977 foi a vez da Tupi adaptar a história, e regravada pelo SBT em 1994;

9 - Brida, de Paulo Coelho: O livro de Paulo Coelho foi adaptado pela extinta TV Manchete em 1998, mas a história da bruxa acabou não engrenando, não obtendo muito sucesso em seus 54 capítulos exibidos;

10 - Serras Azuis, de Geraldo França de Lima: Foi uma tentativa da Bandeirantes retornar às novelas em 1998, adaptada por Ana Maria Moretzsohn, mas uma semana depois da estréia a novela já era criticada por um roteiro fraco e uso de clichês;

****

Você pode se interessar também por: Não! Não! Não David Bruno... Não cruze a ponte

3 comentários:

  1. Está faltando As pupilas do senhor reitor

    ResponderExcluir
  2. esta faltando o cravo e a rosa... baseado no livro A Megera Domada

    ResponderExcluir
  3. Lygia Fagundes Telles detestou a primeira versao de CIRANDA DE PEDRA pq sera???

    ResponderExcluir