Header Ads

10 livros do século XX que moldaram os princípios do século XXI

A literatura em suas diferentes formas há muito tempo constrói o imaginário humano que sempre nos atira para frente. É o caso de um Odisseia, dos contos das Mil e Uma Noites, a Arte da Guerra, as literaturas religiosas. Enfim, narrativas que moldam esse imaginário. No caso do século XX algumas obras são essenciais para compreender este século XXI loading 20%. Neste post selecionamos 10 obras do século XX que moldaram estas duas décadas de século XXI. Confira:

1 - Admirável mundo novo, de Aldous Huxley: Nas diferentes narrativas visuais e nas diferentes ficções as marcas dessa narrativa são muito fortes. Os temores relacionados aos avanços da tecnologia biológica são extrapolados no romance, e reverberam mesmo nas discussões éticas da ciência. Seria possível o ético produzir humanos em escala fabril? Até que ponto podemos manipular a biogenética humana? Isso sem falar das discussões sobre sua sociedade hedônica vista com a suspeita do distopismo. Em síntese, as marcas do livro nos primeiros anos deste século são visíveis;

2 - 1984, de George Orwell: Escrito como um alerta fica difícil pensar em nossas sociedades do presente, marcadas pela tecnologia da vigilância sem realizar a associação com o romance. Não raro o termo orwelliano tem sido usado no debate político; ao nos alertar do perigo, Orwell sem intenção talvez tenha moldado nosso presente e mesmo nosso futuro;

3 - Neuromancer, de William Gibson: Ciberespaço hoje é um conceito mais do que compreendido por todos e ainda que lá no imaginário construído com o romance seja um pouco distinto, seria muito complicado compreender a ubiquidade da internet sem considerar os romances cyberpunk de Gibson;

4 - Realidades adaptadas, de Philip K. Dick: Uso a obra como síntese dos contos deste autor que seja um dos que melhor exprima a liquidez da realidade. Sua obra é como se ele de fato fosse um de seus personagens capazes de avançar ou retroceder no tempo e descrever em sua ficção este nosso fantástico e desconhecido século XXI. Em tempos de tantos pós, pós-verdade, pós-moderno, pós-humanos, a obra de Dick molda um bocado nossos tempos;

5 - Fahrenheit 451, de Ray Bradbury: Antes que os filósofos usassem o termo "sociedade do espetáculo" Guy Montag já tomava um susto vendo-se em fuga transmitido ao vivo nas telas pelas paredes dos lares. Mais que um romance sobre a censura aos livros e ao saber, a novela compreende em seu presente o futuro das relações entre as pessoas e as mídias;

6 - Eu, robô, de Isaac Asimov: Os robôs estão entre nós, deixaram de ocupar a ficção científica para adentrarem o campo do concreto e do real manipulável por nós. A bem da verdade toda a obra do autor molda drasticamente nossas relações e temores com as máquinas;

7 - Laranja Mecânica, de Anthony Burgess: O mundo violento e degradado do livro também não deixa de ser um retrato fiel de muitos lugares deste fragmentado mundo. A violência e o ódio presente na obra molda alguns comportamentos do presente;

8 -  Androides sonham com ovelhas elétricas?, de Philip K. Dick: Outro romance que molda nosso presente em que a cibercultura tornou-se em determinados aspectos uma cultura dominante, o modo de viver deste século;

9 - Indústria Cultural e sociedade, de Theodor Adorno: Incluindo uma obra teórica na jogada, este livro é ainda importante para a compreensão da indústria da cultura e cujas marcas neste século permanecem;

10 - Jurassic Park, de Michael Crichton: Talvez nem todos percebam o impacto desta narrativa para o imaginário contemporâneo, contudo a obra populariza em todo o globo questões da bioengenharia, clonagem, entre outros aspectos que seguem em debate e se aprofundando neste século.      

Um comentário:

  1. Olá Douglas,
    Sempre tem esses livros que moldam uma geração e viram referências em vários aspectos. Vários desses livros ainda não li, mas praticamente todos eles já estavam na minha lista de leitura.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir