Header Ads

7 Considerações sobre Diário de Um Banana: Batalha Neval, de Jeff Kinney ou você quer brincar na neve?

No post de hoje vamos contar com a ajuda do Gyann, leitor da série Diário de Um Banana para compartilhar suas 7 considerações sobre Diário de Um Banana - Batalha Neval, de Jeff Kinney, publicado pela editora Vergara & Riba. Confira:

1 - Décimo terceiro livro da série, Batalha Neval é a sequência da popular série de livros que misturam ilustrações e textos, e ótima para uma leitura casual, rápida e divertida, além ser boa indicação para quem deseja começar a ler livros (vale lembrar ainda, que os livros não seguem uma história fixa e podem ser lidos independentemente da ordem de publicação);

2 - Neste novo livro, Greg Heffley, protagonista da série, participará da tradicional disputa em sua rua, dividida entre Surrey de Cima e Surrey de Baixo. Junto de seu amigo Rowley, o diário desta vez conta como os dois saem ilesos em meio a essa batalha que divide a rua;

3 - Tal batalha dá-se então por uma grande "guerra de neve" entre os participantes, o que, claro, gera muita confusão, mas também bastante diversão e encrenca, algo com que os leitores da série já estao acostumados;

4 - Para além da "guerra" que centraliza a narrativa do diário de Greg, o livro abordará ainda outras temáticas secundárias como os dias de frio na escola e também a aventura de Greg e Rowley na floresta dos Mingos, mantendo, portanto, sempre o ritmo movimentado de suas histórias e trapalhadas;

5 - De modo geral, o livro mantém os principais elementos que caracterizam a série, e Greg mantém-se dentro de suas características, equilibrando seu bom humor com doses de egocentrismo enquanto carrega seu amigo Rowley, um tanto bobinho e que sempre cai na pilha de Greg, para as enrascadas que vivem;

6 - Assim, o livro acaba nos passando a vida de um jovem americano de classe média e as "inusitadas coisas" que acontecem em sua vida, sendo que diferente de outros livros da série, acaba não discutindo com maior profundidade questões da adolescência e pré-adolescência, além de que neste volume as piadas em alguns momentos parecem um pouco mais forçadas;

7 - Mas no geral, Batalha Neval é uma boa leitura, cuja história envolvente e o humor (apesar da lembrança anterior) conduzem a leitura de forma agradável e atraente como acontece nas obras da série, além de ser uma leitura rápida e voraz, já que devoramos o livro numa sentada.



Nenhum comentário