10 Considerações sobre Prisioneiros do Inverno, ou porque você deve temer "os dormentes"

O Blog Listas Literárias leu Prisioneiros do Inverno, de Jennifer MacMahon, publicado pela editora Record; neste post as 10 considerações do blog sobre o livro:

1 - Prisioneiros do Inverno é um romance sobrenatural carregado de tensão e medo capaz de arrepiar os pelos do leitor graças a sua ambientação capaz de construir com perfeição o espaço onde se desenvolve sua trama particularmente assustadora e tenebrosa;

2 - O livro é uma verdadeira teia de tramas que se entrelaçam num único conjunto final que se mostra ao leitor uma fantástica e assustadora lenda que versa sobre a vida, a morte, e como as pessoas tem dificuldade para lidar com tais temas;

3 - Para isso, Prisioneiros do Inverno corre em dois tempos distintos onde a autora também aproveita para se utilizar de diferentes formas narrativas. Temos um passado apresentado por um livro dentro do livro, neste caso o diário de Sara Harrison Shea; ainda neste passado o enredo se complementa com uma narrativa em terceira pessoa acompanhando outros personagens. Já no presente, que é quando todas as questões ligadas ao passado e à velha fazenda próxima à Mão do Diabo é que Ruthie ao investigar o desaparecimento da mãe irá descobrir a verdadeira história sobre o misterioso lugar na pequena West Hall;

4 - O romance consegue agradar ao mais exigente fã do suspense do horror, seja por seu argumento e amarração do enredo, seja pela ação descrita em cenas com grande capacidade de tirar o fôlego do leitor entre suspiros de alívio e medo;

5 - Se você pudesse trazer de volta à vida seu ente amado, nem que fosse por apenas sete dias? Se você demorou para responder a esta pergunta já é um ótimo indício que irá gostar de ler este livro;















6 - A possibilidade de caminhar entre os dois mundos é o foco central do sobrenatural neste livro. "Prisioneiros do Inverno" como são chamados os que ficam do lado de lá. Com a morte uma constante da trama o livro também nos apresenta os "dormentes" talvez representando nesta obra a dificuldade que temos de aceitar a morte como inevitável;

7 - Zumbis? Ah, com certeza "dormentes" são zumbis, mas não é um livro de zumbis, não pelo modo que vimos ganhar popularidade este gênero. Na verdade, Prisioneiros do Inverno retoma questões antigas sobre a possibilidade de reerguer os mortos a um estado semelhante a vida. O livro tem inclusive uma receita ensinando você a criar seu próprio "dormente". Está disposto a tentar?

8 - Para ampliar a carga sombria do livro, Jennifer McMahon joga sobre os leitores uma trama em que as tragédias se acumulam sobre personagens, fator que inclusive contribuem para o fortalecimento do cenário macabro no qual transcorre o enredo;

9 - Por boa parte do livro você leitor ficará na dúvida sobre o que é real e o que pode ser um jogo de ilusões de suas personagens, no entanto, ao final do livro o terror abandona as suposições e ganha o campo das certezas com as revelações finais sobre os mistérios que acontecem na pequena West Hall;

10 - Enfim, Prisioneiros do Inverno tem todos os elementos para se tornar um clássico do gênero horror, com sua construção robusta através de uma trama macabra e assustadora, uma ambientação sombria carregada por medo e horror, este é um livro com todas as virtudes que um suspense deve ter, especialmente o de arrancar sustos do leitor, mas acima de tudo tirar-lhe o sono, especialmente se você decidir este livro à noite.


10 Considerações sobre Prisioneiros do Inverno, ou porque você deve temer "os dormentes" 10 Considerações sobre Prisioneiros do Inverno, ou porque você deve temer "os dormentes" Reviewed by Douglas Eralldo on segunda-feira, novembro 03, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário