10 Considerações sobre O Último Apócrifo, ou porque o inferno está cheio de boas intenções...

O Blog Listas Literárias leu O Último Apócrifo, de Daniel Brandão, publicado pela editora Dracaena, e publica neste post suas 10 considerações sobre o livro:

1 - O Último Apócrifo, de Daniel Brandão, mergulha num assunto recorrente na literatura e no cinema, abordando o final dos tempos, e a bíblica batalha entre anjos e demônios, tendo os humanos no meio dessa quirela divina, e o faz de uma forma bem escrita;

2 - No entanto, talvez por ser o apocalipse e esta batalha algo de certa forma saturada, o livro acaba sem trazer grandes novidades para seu leitor, embora sua ambientação e personagens distintos;

3 - Mas é preciso falar que mesmo abordando um assunto extremamente utilizado pela literatura Daniel Brandão o faz com um texto bem escrito, com domínio de ideias, e com cenas de ação de boa qualidade;

4 - Aliás, as cenas de ação se constituem em uma das principais virtudes do livro, já que o autor não economiza os impactos visuais, muitas vezes carregados de drama e horror;

5 - Por outro lado, algo que me parece corriqueiro em outros autores, especialmente novos autores brasileiros é o demasiado "jogo de sombras" buscando conotar suspense mascarando ou ocultando determinados personagens por duas, três páginas inteiras até revelar o dito cujo. Isso faz o leitor demorar a se conectar aos personagens;

6 - Isso é muito presente nas aberturas de capítulos de O Último Apócrifo, o que para o livro é um fator complicante, já que há um grande número de personagens, e muitas variações ao acompanhá-los;

7 - Mas o livro é uma leitura que pode entreter os leitores. Ali está personagens bastante iconográficos, como um exorcista, um jovem escolhido, e muitos demônios do mal;

8 - Uma coisa importante a dizer, que está além do autor, e sim na questão do livro em si, é a qualidade final do produto. Não sei se é um padrão, mas com meu exemplar depois da metade da leitura, creio que por questão de colagem, ele literalmente se desencaixou todo, dando a sensação que se desmontaria;

9 - Fora isso, é preciso dizer que os demais trabalhos de edição estão satisfatórios, com uma revisão decente, um texto bem preparado, especialmente para este tipo de publicação, que geralmente não encontramos um conjunto cuidadoso como este;

10 - Enfim, embora sem grandes novidades, O Último Apócrifo, de Daniel Brandão é uma boa estória, e bem escrita que pode entreter fãs do apocalipse, anjos e demônios;





 
10 Considerações sobre O Último Apócrifo, ou porque o inferno está cheio de boas intenções... 10 Considerações sobre O Último Apócrifo, ou porque o inferno está cheio de boas intenções... Reviewed by Douglas Eralldo on sábado, fevereiro 22, 2014 Rating: 5

Um comentário

  1. Oi adorei.. muito obrigado, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir