10 Livros indispensáveis para mulheres independentes...

Com seus livros e textos voltados ao público feminino, a autora Andréa Beheregaray possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2003). Especializou-se em Ciências Penais pela PUCRS (2005), e é Mestre em Ciências Criminais pela mesma universidade. Atua na área clínica, e é professora universitária, atualmente dá aulas na Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC, no curso de Avaliação Psicológica Forense. Em 2009 publicou junto com o professor Jorge Trindade e a promotora de justiça Mõnica Cuneo o livro intitulado Psicopatia- a máscara da justiça, dirigido para área acadêmica. Entre suas publicações de grande repercussão está o livro Ponto G - Universo Feminino Sob Tensão. Neste livro a escritora pauta uma questão bastante pontual: a sexualidade feminina resignificada no enigmático Ponto G. Sexualidade essa que, premeditadamente, foi reprimida e retalhada de modo a instrumentalizar a opressão mais irracional e incivilizitória já produzida pelos seres humanos, presente ainda neste século.

Blog TPM
+ Livros da Autora


1. Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre - Tête à tête: Uma das melhores biografias que já li. A escritora americana Hazley Rowley traz à tona de forma clara e ampla em Tête à Tête a complexa relação de um dos mais famosos casais da história: Jean Paul Sartre e Simone de Beauvoir. O relacionamento por trás do mito, a atração intelectual que os manteve unidos até a morte de Sartre, as diversas relações paralelas de ambos e os dramas da criação destes dois grandes gênios são retratados de forma dinâmica prendendo a atenção do leitor.

2 e 3. Incesto e Fogo - Anais Nin:  fazem parte dos 3 volumes dos diários de Anais Nin. De escrita arrebatadora Anais registra em detalhes sua vida amorosa, sua relação com a escrita e o processo criativo. Revela-se conhecedora das mais sutis emoções humanas, circula do detalhe, na liberdade da experiência erótica. Intensidade é a marca dos diários dessa fascinante autora.

4. O diário de Sylvia de 1950 - 1962, de Sylvia Plath: Diários e textos pessoais são sempre a melhor forma de conhecer um autor e compreender sua obra. Com Sylvia Plath não é diferente, em seus diários, uma das mais importantes poetas do século XX . Sylvia revela só escrever no diário quando está no fundo do poço, por isso mesmo, seus textos apresentam a densidade de uma pessoa atormentada pela depressão, mas também da jovem ansiosa por se aprimorar no ofício da escrita, assim como o registro de seu relacionamento com o marido Ted Hugues.

5. Reflexões sobre o problema do amo e o erotismo, de  Lou Andreas Salomé :  Lou Andres Salomé, considerada por Freud a poeta da psicanálise, foi uma mulher a frente de seu tempo, O grande amor do poeta Ranier Maria Rilke, por quem pensador Friedrich Nietzsche também se apaixonou, Lou descreve o Amor e o Erotismo neste livro de forma clara, trabalhando este dificil tema de maneira conscistente, misturando reflexão e poesia.

6. Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres, de Clarice Lispector: Como é comum em Clarice, o livro é uma viagem ao mundo interno. Sentimentos, sensações, conflitos, dramas existenciais, tudo isso explorado com beleza e maestria. Um livro inteiro sobre o mundo interior de uma mulher que não sabe viver e não sabe amar. Para mim o melhor livro de Clarice.

7. Fragmentos: Escritos Intimos de Marlyn Monroe: Um lançamento que, talvez, consiga fazer justiça a imagem de Marlyn sempre retratada como uma loira burra, atormentada e mero objeto do desejo sexual masculino. Os fragmentos de textos, bilhetes e anotações nos apresentam uma mulher que, apesar dos erros de ortográfia atribuídos a sua origem humilde, é inteligente, dedicada ao trabalho, estudiosa da arte de interpretar e uma leitora voraz. Seus registros deixam claro a angustia e depressão sempre presentes na alma dessa bela mulher.

8. Do desejo, de Hilda Hilst:  Do desejo faz parte de uma compilação de sete livros de poesia da escritora Hilda Hilst. Seus poemas versam pelo mundo do desejo e do erotismo, às vezes de forma sutil outras de forma direta e carnal. Valem uma leitura lenta e silenciosa.

9. Diferente como Chanel, de Elizabeth Matthews: Um livro lindo! Este livro infantil que também agrada muito aos adultos conta a história de vida, superação e genialidade da estilista francesa Coco Chanel.

10. A cama na varanda:, de Regina Navarro Lins: Quer entender sobre a história da sexualidade e a forma como experenciamos nosso desejo hoje? Então leia A Cama na Varanda da escritora Regina Navarro Lins. Atráves de uma extensa pesquisa o livro é um convite à reflexão e a liberdade.
10 Livros indispensáveis para mulheres independentes... 10 Livros indispensáveis para mulheres independentes... Reviewed by Douglas Eralldo on quarta-feira, janeiro 11, 2012 Rating: 5

Um comentário

  1. Faltou um livro: "Parem de Cagar Regras na Vida das Mulheres".

    ResponderExcluir