Header Ads

Especial dia das mães: 7 mães retratadas na literatura brasileira

1 - Ana terra, em O tempo e o Vento, de érico Veríssimo:
Ana é mãe de Pedro Terra, que é o gérmen da família que percorrerá as mudanças sociais do Rio grande do Sul. Pedro é pai de Juvenal e Bibiana Terra, que casa-se com o lendário Rodrigo Cambará;

2 - Capitu, em Dom casmurro, de Machado de Assis:
Muitos se lembram dos olhos de ressaca, ou das dúvidas de Dom casmurro quanto a sua fidelidade. Poucos olham Capitu como mãe, tendo ao seu lado um pai sempre questionando a paternidade de Ezequiel, numa dúvida que paira até hoje;

3 - Dona Glória , em Dom Casmurro, de Machado de Assis:
Matriarca da qual todos dependiam. Entre tentativas fracassadas prometeu que seu filho seria padre, considerando depois disso o nascimento de Bentinho um milagre. Sem dúvida uma das mais mais expressivas da literatura;

4 - Dona Lola, em Éramos Seis, de Maria José Dupré:
Lola é uma mulher bondosa e trabalhadora, mãe na forma mais literal das palavras, e que vai passando por uma série de acontecimentos, num dos enredos mais emocionantes e tristes da literatura nacional, que nos faz pensar que ela não merecia os sofrimentos pelo que passou;
5 - Dona Benta, em O sítio do Pica-pau amaerelo, de Monteiro Lobato:
De quem ela é mãe ninguém lembra, mas como dizem que vó é mãe em dobro, Dona Benta desempenha muito bem seu papel com Pedrinho e Narizinho;

6 - Alicia, em Cinzas do Norte, de Milton Hatoum:
Mãe de Raimundo, é protetora e defende os filho com unhas e dentes estando sempre por trás de acontecimentos importantes com seu poder de persuação.

7 - Helena, em O jogo do camaleão de Marçal Aquino:
Mãe que sofre a aflição da fuga do filho que parte em busca do pai do qual ela se separara quando ricardo era ainda um bebê;


*****

Você pode se interessar também por: 10 book trailers bacanas

Nenhum comentário