10 Considerações sobre Corte de Espinhos e Rosas, de Sarah J. Maas, ou porque feéricos encantam

Hoje no Blog Listas Literárias a Gi apresenta suas 10 considerações sobre Corte de Espinhos e Rosas, de Sarah J. Maas publicado pela Galera Record, confira:

1 - Corte de Espinhos e Rosas é uma fantasia movida pelo amor que une o universo de humanos e feéricos numa trama movimentada, com bastante ação, intrigas, e paixão, é claro;

2 - E o romance no livro se dá a partir da história de Feyre, uma humana de origem pobre que ao caçar na floresta acaba tendo um encontro inusitado com o feérico Tamlin e com isso "unindo" os dois mundos, há tempos separados por uma muralha invisível;

3 - Como acontece nas principais histórias de amor, o encontro em princípio é marcado pelas hostilidades e pelas diferenças de seus povos que carregam. No entanto, tudo caminha para a realização de uma grande paixão, mas porém que será posta a prova a partir de uma série de desafios e perigos que surgem após esse encontro;

4 - Neste universo marcado pela cisão entre o mundo dos humanos e dos feéricos em que vivem os dois protagonistas, vale dizer que a ambientação do livro é permeada pelo medo e pela desconfiança, como se as sombras resguardassem grandes perigos, os quais afastavam quaisquer possibilidades de convivência;

5 - Nisso, dentre outras temáticas presentes, podemos perceber a discussão relacionada ao poder, no caso do romance, marcada por hierarquias específicas, bem como uma luta por controlar, especialmente o mundo dos feéricos;

6 - Então ao Freyre penetrar esse universo mágico, ela se depara com disputas, rancores, guerras e vinganças, além de um sentimento pouco favorável aos humanos. Nisso se estabelece o grande  tensionamento que coloca tudo em risco, inclusive o amor entre os dois. Além disso, esse ambiente conflituoso colocará Feyre em diversas provações;

7 - Dentre as provações, veremos a ideologia do sacrifício, apresentada no livro nas escolhas que Feyre precisará fazer em nome não só do amor, mas também da relação entre feéricos e humanos. Nesse ponto o livro através da ação apoia o sacrifício em nome de determinadas causa. No entanto, na obra, por se tratar de um conto de fadas, a solução é clássica dentro do gênero;

8 - Ou seja, esse é um livro com diversidade de elementos, com criaturas encantadas, conflitos, ação, e um universo que seduz a leitora e personagens que nos cativam;

9 - Além disso,  o livro também mostra a importância de se observar os diferentes pontos de vista sobre uma mesma questão, pois com o avanço da narrativa tantos humanos e feéricos vão se redescobrindo, e principalmente compreendendo melhor a intrincada relação entre esses dois universos mágicos;

10 - Enfim, Corte de Espinhos e Rosas é um livro encantador de ler. Fácil, viciante numa história linda e cheia de aventura e romance. Ideal para românticas que também curtem universos mágicos.

:: + na Saraiva ::


10 Considerações sobre Corte de Espinhos e Rosas, de Sarah J. Maas, ou porque feéricos encantam 10 Considerações sobre Corte de Espinhos e Rosas, de Sarah J. Maas, ou porque feéricos encantam Reviewed by Douglas Eralldo on segunda-feira, dezembro 07, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário