10 Considerações sobre Idênticos, ou porque dois é melhor que um

O Blog Listas Literárias leu Idênticos, de Scott Turow, publicado pela editora Record, e publica neste post suas 10 considerações sobre o livro:

1 - Idênticos, de Scott Turow é um thriller intrincado cheio de segredos e mistérios que irão revelando-se aos leitores de uma forma bastante elucidativa, mas cheio de revezes e surpresas ao longo de sua narrativa;

2 - O livro de um modo bastante atraente aborda um assunto que fascina desde a mitologia; o interesse sobre irmãos gêmeos e suas questões tão distintas e peculiares é levada a uma experiência nesta trama que reforçam tudo o que se sabe sobre este caso, quando geralmente duas pessoas são praticamente uma só;

3 - Além disso, Idênticos é uma verdadeira colcha de segredos e mistérios que deveriam ficar resguardados ao longo dos anos pelas famílias Gianis e Kronons mas que vão revelando-se ao longo do livro, e ao passo que isso ocorre os dramas e a "podridão" existente nestas famílias gregas vêm à tona; 

4 - O livro é certamente uma ótima pedida para leitores que gostam de investigações técnicas, com muitos detalhes e informações tecnológicas que torna capaz de tentar desvendar algo acontecido há muitos anos atrás;

5 - Embora a trama tenha como fio condutor a questão dos gêmeos idênticos, o leitor irá observar que acima de tudo, Turow fala no livro sobre o amor incondicional existente na família e o quão se é capaz de abdicar ou fazer para proteger sua própria gente, sangue do seu sangue;

6 - E é a unidade familiar que os gêmeos Paul e Cass protegem acima de tudo. Obviamente a relação dos dois é diferente a que de qualquer outros irmãos, mas é a família que durante todo o livro, os dois parecem querer proteger, seja da forma correta, seja por meios tortuosos;

7 - Neste livro é também possível perceber o grau de humanidade intrínseca a suas personagens. Não há aqui aquilo de que "este é bonzinho", "aquele é mau." O livro é um desfile de "pessoas reais" com falhas (muitas ou poucas), acertos, e principalmente carregando todos os vieses de uma vida literalmente real, dura, humana...

8 - No entanto, convém reforçar que para leitores do romance policial que procuram mais ação, Idênticos os brindaram com algumas confusões, uma bela perseguição, e um assassinato ocorrido no passado, ou seja é uma obra que prima pelo planejamento do que pelo movimento;

9 - Outro detalhe é que o leitor mais perspicaz percebera logo muitas das tantas falhas ocorridas durante a investigação original do assassinato de Dita Kronon, o que durante toda a leitura irá drasticamente reduzir as possibilidades de suspeitos, especialmente se atentar com apuro para como a cronologia do fato vai sendo mostrada;

10 - Enfim, Idênticos é uma ótima leitura para os amantes da investigação policial, mas que acima de tudo apresenta personagens de grande intensidade e densidade que sobrepõe-se inclusive sobre a própria natureza do thrilher ficando muito próximo dos tradicionais romances e seus conflitos familiares e geracionais;

:: + na Saraiva ::



10 Considerações sobre Idênticos, ou porque dois é melhor que um 10 Considerações sobre Idênticos, ou porque dois é melhor que um Reviewed by Douglas Eralldo on quarta-feira, julho 23, 2014 Rating: 5

Um comentário

  1. Gosto muito do estilo de escrita do Scott Turow, já li dois de seus livros.

    ResponderExcluir