10 Considerações sobre O Inverno das Fadas, ou como o inverno pode ser quente... Bem quente

1 - Em O Inverno das Fadas, a jovem autora Carolina Munhoz cria um ambiente tomado pela fantasia num Éter cuja linha com a realidade é bastante tênue, e não raro as duas dimensões se fundem, com seus seres em plena interação;

2 - Um dos diferenciais do livro, é que ele não trava quando as coisas esquentam. Munhoz deixa seus personagens viverem plenamente o amor e a sexualidade, o que ao longo do livro proporciona ao leitor algumas cenas bem picantes;

3 - Dois temas ganham destaque no livro ao longo do romance e da história de amor de William e a fada Sophia Coldheart, passando pelo olhar externo ao mundo da fama e seus excessos, e principalmente algo muito típico na sociedade atual que é o culto a beleza e a supervalorização deste elemento, tanto para fadas, quanto aos humanos;

4 - Sophia, alias é uma personagem muito sexy, e que usa esta arma sem qualquer pudor para atacar suas vítimas, só que tudo isso ao passo que se é tomado pelo amor, acaba se tornando irrelevante;

5 - O Inverno das Fadas traz personagens de fácil identificação do leitor, pois são pessoas como muitas que você encontrará algum dia, como jovens esquisitos e viciados, pais zelosos, e mistérios que poucos são capazes de conhecer profundamente;

6 - Ao longo do livro encontramos alguns revezes que movimentam a trama, e nos mantêm sempre presos a turbulenta relação amorosa de Sophia e William;

7 - Aliás, fico imaginando o desespero dos pais, quando o filho fica entocado no quarto convivendo com uma fada que apenas ele é capaz de ver. Sophia e as Leanan Sídhes são a personificação do perigo. Sensuais e belas por um lado. Mas mortais em seu âmago.  

8 - O leitor que se aventura pelo inverno inglês, e da terra das fadas, acabará encontrando um grande número de referências à cultura pop bem atuais, especialmente na música e na literatura;

9 - Aliás, é possível dizer que há boa dose de polêmica na personificação das vítimas de Sophia, com uma lista bem grande de artistas que morreram por causa dos poderes sensuais e mortais da Leanan. Muitos destes artistas fictícios tiveram fins drásticos como muitos fenômenos pop, e em alguns deles a autora nos dá plenas indicações para que reconheçamos figuras conhecidas e famosas. Ao menos eu identifiquei boa parte deles. Teriam estes popstars encontrado Sophia Coldheart?

10 - Enfim, O Inverno das Fadas é uma história de amor, conturbada pelo envolvimento mágico de seus personagens, que habitam as diversas dimensões do Éter, e fala de coisas e problemas sentidos pelos jovens de hoje, especialmente a obrigação e a necessidade do sucesso e da fama;





10 Considerações sobre O Inverno das Fadas, ou como o inverno pode ser quente... Bem quente 10 Considerações sobre O Inverno das Fadas, ou como o inverno pode ser quente... Bem quente Reviewed by Douglas Eralldo on sexta-feira, julho 27, 2012 Rating: 5

2 comentários

  1. Eu li esse livro, realmente é muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Terminei de ler o livro e a melhor parte foi praticamente o final.. não o final do ultimo capitulo (29) mas sim o final a partir do cap 25 quando finalmente parou de ser aquela coisa "beijo e sexo" (que foi praticamente o livor todo ¬¬) e foi pra ação. Na minha opinião, um livro com esse tema pode abordar o romance, mas também deveria ter abordado muito mais a ação (e as lutas com poderes mágicos, nossaa)!

    Enfim, uma parte que eu ODIEI do livro foi quando a Sophia pensava "tenho que salvar Will, não posso deixar ele morrer" e logo depois a idiota ia lá e sugava mais a alma dele (deixando ele doente) alegando ser para manter sua vida. CARA SE ELA QUISESSE TAANTO SALVAR ELE, NÃO IA SE IMPORTAR DE MORRER POR ELE - afinal ela já tinha matado tantas pessoas né ¬¬

    Outro ponto negativo foi o final óbvio né - spoiler~ quem não sabia que o will ia ficar com a Sophia e ia ter um final super feliz?? pombaas! ela podia ter mudado um pouco né, aquele capitulo 29 foi o capítulo mais inútil e esperado! o pior do livro! um final que ia ser bem legal e menos esperado seria Lorena e Sophia e a gótica com o Will... Qualquer coisa menos o que era óbvio desde o começo do livro! ~fim do spoiler

    Quando a Lorena beijou a Sophia fiquei toda animada, mas daí a puta da Sophia (como sempre) faz merda. Velho ia ficar super perfeito se tipo a Lorena ficasse com a Sophia, porque mais ou menos entre o começo e o meio do livro, ficou meio que explícito que as duas se atraíam e deixou o leitor com essa dúvida "será que elas vão ficar juntas?" e então poderia ocorrer um desenvolvimento do meio até o fim do livro como uma 'batalha' entre Lorena e o Will pelo amor da Sophia, aí se houvesse isso o livro assumiria mais conteúdo, menos óbvio e ainda poderia até o Will ficar com a Sophia, pois já teria fugido do "romance que dá certo no final" não importa se o mundo explode. Mas ao invés disso a autora focou completamente em Will e Sophia, nem a gótica lá mudou as coisas.

    Bem, fora essas coisas, a história em si foi muito boa, só deixou aquele pensamento "seria melhor se isso tivesse acontecido" aquela correção de leitor para autora. Tenho certeza que se a Carolina tivesse mudado alguns detalhes, o livro poderia fazer um imenso sucesso e ser menos criticado do que está sendo. Já vi várias pessoas falando que não conseguiram passar da página 30 do livro. Que acharam que a capa era a melhor coisa do livro. Daí eu já acho exagero, pois o livro não foi bom pelo modo do desenvolvimento da história, mas tinha um tema interessante e personagens perfeitos. Minha nota para ele é 7.

    ResponderExcluir